Como conseguir a residência no Canadá: o que você deve saber

by Basma Ihmaidan
como ganhar residência no canadá
Share this:

O Canadá é um destino pelo qual muitos estudantes internacionais se apaixonam, principalmente por sua qualidade de vida e oportunidades para profissionais. Se este for o seu caso, certamente você está pensando na possibilidade de optar por uma residência neste país.

Nessa situação, é comum que você tenha muitas perguntas e deseja conhecer o processo da melhor maneira possível para realmente entender tudo o que precisa considerar. Sabemos que não é uma tarefa fácil, mas também não é impossível, cerca de 200 mil pessoas atingem essa meta todos os anos.

Ao obter uma autorização de residência no Canadá, há vários fatores importantes que apresentaremos ao longo deste artigo. Também informaremos quais são os requisitos, para que você possa se preparar e dar o próximo passo. Você se atreve?

Primeiro: vamos entender as categorias para aplicar para a residência Canadense

como ganhar residência no canadá

Você tem sorte, de acordo com as Nações Unidas, o Canadá é um dos países que mais aceita imigrantes no mundo. Sua política de imigração permite que eles abram portas para 1% da população anualmente.

Para receber a autorização de residência canadense, existe um sistema baseado no mérito. Cada pessoa é diferente e possui uma série de pontos fortes que são levados em consideração ao preencher os pontos disponíveis.

Existem 6 categorias em que você pode se encaixar para receber sua residência no Canadá:

Imigração de trabalhador experiente

Para entrar nessa categoria, suas competências são avaliadas com base em um sistema de pontos, considerando elementos como nível de escolaridade, idiomas, experiência profissional, idade, oferta de emprego, adaptação, histórico criminal, demanda de sua profissão, entre outros critérios do juiz.

Imigração de negócios

Dentro dessa categoria, existem três subcategorias: investidores, empresários e trabalhadores independentes. Cada um tem certos requisitos: 

  • Investidores. Deve demonstrar experiência em investimentos, além de obter legalmente 400.000 CAD a 800.000 CAD de capital e vontade de investir 400.000 CAD na economia canadense.
  • Empresários. A experiência deve ser demonstrada executando o seu próprio negócio ou com uma grande porcentagem de ações. Eles também pedem uma riqueza líquida de 300.000 CAD, além de estarem dispostos a operar ou iniciar um novo negócio no Canadá, contratando pelo menos um funcionário em período integral por um período de três anos, tudo isso antes de se tornar um residente permanente.
  • Trabalhadores por conta própria. É necessária experiência prévia demonstrável, bem como a intenção e a capacidade de estabelecer um negócio que permita que você se empregue (pelo menos) e contribua significativamente para atividades culturais ou esportivas no território canadense. Ou a compra ou gerenciamento de uma fazenda.

Indicação provincial

É um processo no qual a candidatura da pessoa é apoiada por uma província do país. Para isso, o primeiro passo é entrar em contato com a referida província, especificamente o representante provincial de imigração. Feito isso, eles dirão como você deve proceder e os requisitos que você deve atender.

Imigração da família

Se você tem um parente com uma relação próxima de sangue que é residente no Canadá, pode pedir que o mesmo te patrocine para obter a residência. Nesse processo, essa pessoa concorda em apoiá-lo financeiramente entre 3 a 10 anos, se necessário, perante o governo canadense.

Adoção internacional

Cidadãos canadenses e residentes permanentes podem adotar crianças de outros países. É um processo que pode levar anos, mas vale a pena saber que essa opção também existe.

Quais são os fatores que devem ser considerados para ser elegível a uma residência Canadense?

como ganhar residência no canadá

Para se candidatar a uma residência no Canadá, é necessário atender a alguns critérios.

Dos 100 pontos da inscrição, os candidatos devem ter 67 pontos para serem considerados. Para isso, são utilizados 6 critérios, que serão detalhados abaixo:

1. Educação

Esta seção fornece um máximo de 25 pontos. A pontuação mais alta é dada aos doutorados. Para a revisão desse aspecto, uma entidade não governamental (neutra) avalia graus estrangeiros para determinar sua equivalência em graus canadenses.

2. Língua

Este critério requer um mínimo de 16 pontos e pode atingir um máximo de 28 pontos. Para preencher essa categoria, você deve ter um nível intermediário de um dos idiomas oficiais do Canadá: inglês ou francês.

Passar no teste de proficiência intermediária fornece esses 16 pontos. O fato de ter um nível mais alto no idioma permite obter até 24 pontos, no entanto, o domínio de ambos os idiomas favorece apenas uma margem de 4 pontos, até 28.

Portanto, aperfeiçoar seu inglês no Canadá e obter certificações será de grande ajuda no momento de sua avaliação.

3. Experiência de trabalho

Você será capaz de obter entre 9 e 15 pontos nesse fator; pode pontuar com um ano de experiência de trabalho demonstrável. Estudar um programa CO-OP no Canadá com seu visto de estudante pode ajudá-lo nesse sentido.

4. Idade

Se você tem entre 18 e 35 anos, receberá 12 pontos. Cada ano a mais de 35 anos tiram pontos. Ao atingir os 47 anos, essa categoria não fornecerá mais pontos.

5. Emprego arranjado

Pode fornecer até 10 pontos adicionais, mas o empregador deve demonstrar que a contratação do trabalhador estrangeiro terá um impacto neutro ou positivo no mercado de trabalho canadense.

Isso permite que o trabalhador qualificado comece a trabalhar o mais rápido possível para o empregador canadense.

6. Adaptabilidade

Isso se baseia na experiência do indivíduo ou de seu cônjuge, no Canadá. Possibilita até 10 pontos com base na experiência de trabalho ou em estudos realizados no território canadense.

Requisitos para solicitar a residência no Canadá

como ganhar residência no canadá

Para residir permanentemente no Canadá, o critério é baseado em quão estabelecida a pessoa está no país. Para determinar isso, vários requisitos são levados em consideração:

  • Quanto mais tempo você mora no Canadá, melhor.
  • Quanto tempo você gasta coletando benefícios sociais no Canadá, quanto menos tempo, melhor.
  • Fluente em inglês e / ou francês. A tentativa de melhorar o nível é apreciada, pela qual é conveniente apresentar certificados de idioma.
  • Esforços para melhorar os estudos, é conveniente apresentar os diplomas e certificados obtidos.
  • Número de parentes que vivem no Canadá. Quanto mais parentes, mais avaliação positiva é obtida.
  • Ter filhos, nascidos ou não neste país.
  • Contatos no Canadá, exceto familiares.
  • Experiência profissional no Canadá, bem como impostos pagos no país.
  • Se você atualmente tem um emprego, mostre quantas horas é o contrato, bem como sua duração e data de início.
  • Ativos, contas bancárias, investimentos e veículos em território canadense.
  • Participação comunitária e voluntariado.
  • Cartas de referência.
  • Contribuições financeiras e culturais que foram feitas no Canadá.
  • Privações que poderiam ser sofridas em caso de deportação do país.

Sentir-se parte deste país será essencial para obter residência, cada uma de suas contribuições e experiências se tornará uma maneira de aumentar suas oportunidades.

Conclusão

Como você pode ver, é possível obter a residência canadense, basta fazer sua parte e melhorar seu perfil. Levar em conta tudo o que você precisa é apenas o primeiro passo, mas isso permitirá que você planeje o caminho.

Todos os casos são diferentes, portanto, você deve identificar o que é melhor para você. Nossa recomendação é que você procure especialistas que possam fornecer informações claras e confiáveis. Esse acompanhamento será essencial para atingir seu objetivo de obter a residência canadense.

prolongar sua estadia no Canadá
Share this:

YOU MAY ALSO LIKE